Making Of Tailer #10

Enquanto eu estava produzindo a página quatro do décimo capítulo da série Tailer resolvi tirar algumas fotos do processo que costumo utilizar.

Primeiro o thumbnail em tamanho pequeno de como a página vai ficar. Como tenho o péssimo hábito de não escrever o roteiro antes, esse é literalmente o primeiro passo da produção. Pra aproveitar um pouquinho, segue um quase spoiler da próxima página ali do lado…

Em seguida vem a arte em si, o lápis da página. Como da para ver na foto, é feito com lapiseira, régua e borracha.

Agora é a vez da Stabilo entrar em ação. Faço a arte-final sobre o lápis diretamente.

Então preciso passar a borracha para apagar o traço a lápis e depois preencher os grandes espaços em preto.

Depois é hora de digitalizar a arte e fazer a edição no Photoshop. Não passo muito tempo editando, limpo a imagem, mexo no brilho e contraste e adiciono alguns poucos tons de cinza.

Finalizo adicionando as letras com a fonte A.C.M.E Secret Agent e salvo em JPG com largura de 600 pixels, mas sempre mantenho o original em alta resolução bem guardado.

É isso aí. Um processo simples, mas que me consome certo tempo. O resultado final pode ser visto aqui.

Espero que tenham curtido a brincadeira.

5 respostas para “Making Of Tailer #10”

  1. Muito legal.

    Tem pessoas que nem tem noção do trabalho gigantesco que estes desenhos geram. Eu mesma antes de ver pessoalmente não imaginava que era tão trabalhoso.

    Parabéns por manter este hobby sempre de ótima qualidade!

    Te amo!

  2. Nossa FICOU MUITO SHOW! qual photoshop vc usa? qual versão? os contornos dos personagens, vc passa pelo pc, ou fica o traço do lápis mesmo? eu uma vez tentei desenhar, e digitalizar, ae quando apareceu no pc, ficou todo feio, parecia um desenho noob digitalizado, não deu esse ar profissional de edição, queria saber fazer isso para postar no meu Deviantart

    1. @Link Acho que neste making of eu estava usando o Photoshop CS4. Mas eu arte-finalizo com a caneta, apago o lápis por baixo com borracha antes de digitalizar e depois uso o “Levels” do Photoshop pra deixar o branco mais branco (Omo Multi-ação?) e o preto mais preto.

    1. @Link Num é bem caneta nanquim, não. Eu uso uma Stabilo simples, que na minha experiência (uso-a a muitos anos mesmo!) tem se demonstrado muito boa.
      Em 2009 eu fiz um post falando sobre minhas experiências com diferentes tipos de canetas e materiais para arte final, segue o link: http://mbeck.com.br/wp/?p=398

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *