[Resenha] Tailer

Texto por Stephan Martins

Pintou um clima?
Pintou um clima?

Arthur é x00, o protótipo governamental do Projeto Tailer — encabeçada pela empresa de segurança Oberon –, que buscava criar o agente perfeito. Pego ainda criança, conseguiu escapar das garras da Oberon, e sob os cuidados do Doutor Wu, ele procura viver uma vida normal e tranquila.

O quadrinho começa com Arthur sendo abordado por uma garota no pátio de um colégio. Eles estão no 3º ano do ensino médio, e Marina quer convidá-lo a uma festa. De cara somos apresentados à personalidade do personagem principal. Assombrado por sua infância projetada na Oberon, ele se fechou para proteger os outros e a si mesmo. Mas, mal sabe ele que agentes da empresa estão prestes a atacá-lo novamente.

Assim começa Tailer. Um quadrinho iniciado em 2004 por Marcus Beckenkamp, que aborda os problemas típicos de um super-herói tentando levar uma vida normal. Arthur poderia se encaixar como um anti-herói, mas conforme a história cresce, vemos que ele está na verdade na Trajetória do Herói, tal qual Luke Skywalker em Star Wars. Ele quer viver uma vida normal, apesar de possuir as habilidades e todo o potencial do mundo, mas fatores externos o obrigam a usar tudo o que sabe para que não seja levado de volta e tratado apenas como uma máquina de matar.

Os personagens secundários são excelentes e muito bem definidos. De pouco em pouco vamos conhecendo as peculiaridades de Marina, Doutor Wu e dos outros agentes da Oberon. Cada um possui uma personalidade única, e mesmo os clichês são revisitados de maneira diferente.

Uma cena de ação
Uma cena de ação

Tailer se diferencia e muito dos quadrinhos de ação, pois conta com o conhecimento em combates do autor, praticante de artes marciais há mais de seis anos. Com isso, as lutas ficam extremamente críveis e divertidas, sem cair na velha galhofagem de mangá, onde o personagem apenas grita, desenhos de impacto aparecem e logo em seguida o alvo está no chão. Em Tailer, os golpes são claros e mesmo quem não conhece artes marciais se divertirá tanto quanto assistir um filme de Steven Seagal ou de Jet Li.

Atualmente com 8 capítulos, Tailer com certeza vale a leitura para quem gosta de ação, romance e de uma boa história. Mas ainda vai dar o que falar.

O autor é Marcus Beckenkamp e a hq pode ser lida no endereço http://mbeck.com.br

Palavra do Autor

No começo de 2004 eu estava com dois projetos em vista, um se chamava Zanecia e abordava um mundo onde os hemisférios eram divididos em um lado medieval e outro parecido com a China antiga. O outro era Tailer, projeto que envolvia artes marciais, mas num mundo real, sem “poderes” ou coisas assim.

Sempre gostei das histórias de detetives e dos filmes de arte marcial, Tailer acabou sendo minha escolha. Somente em 2006 comecei oficialmente a produção do primeiro capítulo. Desde lá não parei mais e tenho recebido um bom retorno dos leitores.

É muito gostoso me envolver nos mistérios e tramas que tenho criado para Tailer. Desenhar esta história é um prazer imenso e espero que seja tão prazeroso para os leitores também.

Indique uma webcomic pelo formulário de contato, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *