Tutorial “Film Grain” com GIMP

Desde que iniciei com o Photoshop muitos anos atrás eu utilizo o filtro Grain para dar textura aos tons de cinza que uso nas páginas de quadrinhos. Sempre gostei do resultado. Porém com a instalação do Linux na minha máquina, resolvi experimentar o GIMP, programa de edição de imagens open source, ou seja, de código aberto. Um Software Livre.

Software livre, segundo a definição criada pela Free Software Foundation é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído com algumas restrições. A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito, o qual se opõe ao conceito de software proprietário, mas não ao software que é vendido almejando lucro (software comercial). A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível.

Retirado da Wikipédia

Agora estou descobrindo como fazer certas coisas, como adicionar o filtro “Grain” nos tons de cinza. E acho que é interessante compartilhar essas descobertas com outras pessoas que possam estar precisando desse tipo de coisa. Então preparei este pequeno tutorial de como reproduzir um efeito bem próximo deste filtro com o GIMP.

Preparando a página

A primeira coisa que faço ao iniciar a edição de uma página de hq ou ilustração num programa de computador é mexer no Brilho e Contraste. Assim as linhas ficam mais definidas e o fundo fica mais branco, menos manchado, como alguns scanners o deixam.

Menu Cores > Brilho e Contraste…

filmGrain01

O importante em seguida é criar uma camada para o fundo, preenche-la com branco e colocar a camada onde está o contorno no modo Multiplicar. Assim as partes em branco, como o fundo do contorno, se tornarão transparentes e abaixo deste layer serão colocados os tons de cinza.

filmGrain01-detalhe1

Tons de Cinza

O próximo passo é colocar os tons de cinza onde achar melhor. Eu utilizo a ferramenta de Seleção Livre que equivale ao Poligonal Lasso do Photoshop. Gosto de utilizar a ferramenta de Mistura, ou degradê, para preencher os fundos, dependendo da situação, mas o resultado fica mais suave.

filmGrain02-detalhe1

Seleção Livre é o 3º item na 1ª linha horizontal e o Degradê é o 2º item na 5ª linha horizontal

O resultado é algo como o exemplo abaixo. Nele tem algumas misturas de camadas e degradês, mas de modo geral pode-se fazer o que bem entender.

filmGrain02-resultado

Adicionando o Film Grain

Agora chega a parte onde adicionamos a textura equivalente ao filtro “Film Grain” do Photoshop. Cria-se uma camada nova acima da camada feita para os tons de cinza. Esta camada deve ser preenchida com a textura Film Grain do GIMP.

Se você ainda não tem a textura, faça o download dela aqui e adicione utilizando o botão no canto de baixo à direita do painel de texturas, que está representado na imagem abaixo.

filmGrain03-detalhe2

Voltando à camada, preencha toda com a textura Film Grain e passe-a para o modo Super-Exposição. Exemplo segue na imagem abaixo. Lembre-se, ela deve estar acima da camada de tons de cinza.

filmGrain03-detalhe1

A super-exposição irá expor a camada de tons de cinza à de Film Grain, adicionando assim a textura aos degradês. Neste caso todos os tons deram uma pequena escurecida, então lembre-se de fazê-los um pouco mais claros do que você deseja. O resultado está mostrado no quadro abaixo.

filmGrain02-resultado

Sem a super-exposição do Film Grain

Após a super-exposição do Film Grain

Após a super-exposição do Film Grain

Conclusão

Espero que esse tutorial ajude em alguma coisa. A página que está sendo mostrada aqui é a que o site MushiComics deixou disponível nesta sexta-feira. Comente por lá! =D

E deixe seu feedback sobre este pequeno tutorial, por favor. Assim vai ajudar a melhorar os futuros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *