Eu li Vidas Imperfeitas

Hoje eu li as quatro edições do zine Vidas Imperfeitas de Mary Cagnin. Ele está sendo publicado no MushiComics também, mas chegou apenas à metade do terceiro ali, então não resisti e fui até o blog do zine ler o resto do terceiro e quarto capítulos. =)

A hq é sobre Juno, uma garota forte (literalmente) e com uma personalidade marcante, e aborda os relacionamentos dela com sua família e seus colegas de escola. O que me chamou muito a atenção foi a maneira realista com que a autora consegue transmitir essas relações ao leitor, como o romance entre Daniel e Juno que vai se desenvolvendo cada vez mais e os ciúmes que a antiga relação dela com Diego causam.

No quarto capítulo a história fica mais densa, mostrando fatos do passado de Juno e sua família que ela gostaria de esquecer…

O traço da história vai melhorando drasticamente a cada nova edição. As ilustrações de cenário ainda deixam a desejar, mas os personagens são construídos visualmente com uma mistura linda de mangá com desenho mais realista.

Vale a pena acompanhar a série Vidas Imperfeitas!

Tailer #9 no Top10 NHQ!

Logo depois de anunciar que a edição oito da série Tailer entrou para a lista das dez hqs mais baixadas do site NHQ, anuncio agora que a edição nove já entrou nesta mesma listagem.

Bom saber que os visitantes do NHQ estão curtindo a série Tailer! =)

Sempre é bom lembrar que no NHQ as histórias em quadrinhos são publicadas para leitura com o CDisplay, o que permite a leitura no computador após o download do arquivo.

Tailer #9 no NHQ!

Ontém o nosso site parceiro NHQ lançou o nono capítulo da série Tailer para leitura com o CDisplay Comic Reader, ferramenta de leitura de hqs que pode ser baixada diretamente por ali mesmo.

E outra surpresa positiva que vi por ali é a quarta colocação do oitavo capítulo da série no TOP10 de hqs mais baixadas! Sendo que, se eu não me engano, é contado agora através do MediaFire, local onde os arquivos passaram a ser hospedados.

Quase todos os capítulo já aparecem no Top10 do NHQ, veja a listinha logo abaixo. Não cheguei a acompanhar o tempo todo, mas os que tive a surpresa de encontrar no Top10 fiz um post aqui no blog.

  • Tailer #7 em 7º  lugar
  • Tailer#6 em 10º  lugar
  • Tailer #4 em 3º lugar
  • Tailer #3 em 10º lugar na primeira semana e chegou a 9ºlugar
  • Tailer #2 ficou algumas semanas e chegou a 1º lugar
  • Tailer #1 três semanas em 1º lugar

a

Isso sempre demonstra a boa aceitação das histórias, então agradeço à quem acompanha a série Tailer e faz os downloads lá pelo NHQ!

[Resenha] Pirates

Texto por K

Um navio pirata chefiado pela capitã Marina: uma pessoa que se auto denomina linda, fofa e doce. Mas que se revela como nada mais, nada menos como a excentricidade em pessoa.

ecomic-pirates-spoiler
Spoiler desta semana!

Uma tripulação em busca de aventuras, piratas rivais, canhões, bichos monocromáticos, e muita ação, é o que promete Pirates, atualmente no 4º Arco (CRISIS DOME). A HQ é colorida e desenhada no estilo mangá. Pirates completou um ano em julho de 2009 e está longe de acabar!

O autor é Yuri Landim e ele publica uma página todos os sábados e nas quartas tem o spoiler da semana, onde o autor retira um quadro da próxima página que irá publicar e deixa o povo com gostinho de quero mais.

Leia Pirates na URL http://pirates-tales.blogspot.com/

Personagens

MARINA – Cheia de atitude, é a capitã pirata.
VISCEN – O segundo mais importante da tripulação de Marina. Sim, sim, um pouco de equilíbrio é bom… Se não o navio afunda…
FLINT – O fortão da tripulação, é meio retardado.
DONED – O bebezão da tripulação.

Indique uma webcomic pelo formulário de contato, clique aqui.

[Resenha] Hime-Sama

Texto por K

Quadro do capítulo mais recente
Quadro do capítulo mais recente

“Era uma vez um reino distante chamado Nonameland”, onde, apesar de ser um conto de fadas, há dias bons e ruins e todas as pessoas são estranhas… Assim começa a comédia romântica Hime-sama, de Waleska Ruschel.

Hime-sama conta a históia de Nine, herdeira do reino de Nonameland que simplesmente detesta as sutilezas reais.

Preocupado coma educação da filha, o rei de Nonameland resolve contratar uma babá (Lois, um camponês), para colocar rédeas na filha “rebelde”. Com uma história envolvente, Hime-sama, tem até fan-clube: http://hime-samafanclub.deviantart.com, está no 4º capítulo e é atualizado às sextas-feiras.

Personagens:

Nine (Hime-sama)
Nine Bouleversement Grisette – primeira princesa de Nonameland, herdeira do trono. Vive nas dependências do castelo, sem contato com o mundo exterior. [ Detalhes ]

Detalhe de personagem
Detalhe de personagem

Margô
Criada como dama de companhia e ajudante particular da princesa. Está sempre disposta a ajudar Nine, até nas “aulas de princesa”. [ Detalhes ]

Marthiele
a “duquesa-demônio” é filha do grande duque do reino, tem enorme antipatia pela princesa. [ Detalhes ]

Hector
(spoiler) [ Detalhes ]

A guarda
O trio que protege Marthiele. [ Detalhes ]

Lois
A “babá” de Nine. Tem uma personalidade forte, mas muita inexperiência no cargo que ocupa [ Detalhes ]

Rei Gabriel
Gabriel Boleversement Grisette é o rei de Nonameland, o reinado mais próspero de todo o continente. [ Detalhes ]

Pierre
Irmão de Margô, é o mais fiel empregado do castelo e primeiro conselheiro do rei. [ Detalhes ]

Leia aqui http://www.mushi-san.com/archives/007698.php

Palavra do Autor

Waleska fala um pouco sobre como surgiu Hime-Sama.

Bom, em 2006 eu cursava meu primeiro ano no ensino médio. Já desenhava a algum tempo e até havia criado uma história longa.Bem, o roteiro era horrível, e eu insisti nele um tempo até notar isso.Mas eu ainda queria desenhar comics.Foi aí que, treinando roupas um dia, eu resolvi arriscar vestidos, e cabelos, e personagens. Quando vi, em uma semana eu já tinha a base da história, personagens principais e secundários definidos e resolvi arriscar. Fiz várias sequências de quadrinhos dispersas antes de começar oficialmente a história, que inicialmente serviria apenas pra um treino em enquadramentos e  construção de página mesmo.Mas me apaixonei pelos personagens e ambiente que havia maquinado.Comecei a produzir, colocando todo meu esforço nisso, tentando criar algo que fosse não só agradavel pra quem já lê quadrinhos, mas pra qualquer um que  esbarrasse nela por aí.E acima de tudo uma história que eu gostaria de ler, que aliás é o motivo pelo qual me empenho tanto em dar uma boa continuidade a ela.E é isso, estamos aí, 4 aninhos de projetos, dois e meio de publicação (no Deviantart e no Mushi-comics), mais de 100 páginas publicadas e espero, 200 até o fim deste ano.

E um pouquinho sobre como é a produção da série.

Sou tradicional, por assim dizer. Como estou em ano de vestibular e cursinho,isso me dá pouquissimo tempo pra desenhar, tempo que eu acabo aproveitando e fazendo páginas a lapiseira e papel mesmo, mesmo contando com o recurso da tablet.Inicialmente eu apenas escaneava as páginas, e gradualmente fui adicionando sombras, efeitos e pasmem! até cores em algumas páginas de início de capítulo.A produção deu uma boa parada durante um tempo, com minha vida escolar exigindo mais .
Mas aí retomei, com a ajuda do Robson Maia, que era meu companheirinho de arte-finalização. Com a ajuda dele a qualidade das páginas melhorou muito, e velocidade da produção delas também.Ele partiu pra projetos pessoais e infelizmente não vai poder mais me ajudar, mas eu treinei muito neste meio tempo e creio que vou conseguir continuar a produção sozinha 🙂

No mais, minha grande alegria de fazer Hime-sama não é apenas a história, mas sim as pessoas adoráveis e dedicadas que me estimulam a continuá-la e melhorá-la, como o pessoal do DA, do Mushi-Comics e o próprio Mushi-san, que sempre foi paciencioso e educado comigo. A história, se continuar nesse ritmo, entrará em sua etapa final no fim do ano que vem, se não antes.Meu próximo projeto é passá-la para o inglês e publicá-la em algus sites de quadrinhos .com , globalizando, né gente.

Indique uma webcomic pelo formulário de contato, clique aqui.

[Resenha] Zona

Basel na última página publicada até agora

Texto por Marcus Beckenkamp

Imagine alguém tão poderoso que todos os seres o temem. Este é Basel, personagem principal de Zona, webcomic de Alisson Borges publicada no Webcomix.

Personagem principal, sim, herói, nem um pouco. Basel é um personagem totalmente fora dos padrões de ética de um super-herói, é egocentrico, maníaco, assassino, etc. Este imortal matou todos os filhos que teve, com excessão de uma, simplesmente porque todos demonstraram ter herdado seus poderes e nada nem ninguém pode ser mais poderoso do que ele mesmo.

Nadia, a filha sobrevivente, nem sequer esbossou qualquer poder e isso foi o que a manteve viva. Ela parou de falar sem motivo algum aos cinco anos de idade e se mantém assim, por enquanto.

Apesar de todo este poder, Basel possui alguns lacres que limitam suas forças. Estes lacres mantém os velhos titãs presos na Zona Proibida. Porém existem pessoas interessadas em libertá-los e para isso precisam levar o imortal ao seu limite!

O que são os titãs, quem quer vê-los livres e como estes levarão Basel ao seu limite? Só lendo para descobrir.

Infelizmente a história congelou-se no ano de 2008 e ainda deixou boa parte destas perguntas no ar.

Com uma qualidade de traço impressionante, Zona me prendeu do início até a última página publicada e me deixou extremamente curioso para saber o que virá pela frente!

Leia aqui

Palavra do Autor

Uma página de Zona

Zona foi e ainda é uma grande experiência para mim. Foi uma grande felicidade ver que, mesmo sendo meu primeiro título publicado, tinha uma aceitação tão boa do público na internet.

Durante sua produção, acabei testando vários estilos e traços, o que tirou um pouco da identidade própria que o mesmo merecia. Então, quando eu retornar ao projeto provavelmente irei redesenhar tudo e trabalhar melhor a história, para não deixar nem fios soltos ou furos de roteiro. Sei que hoje já possuo certa maturidade no traço, o que pode contribuir e muito para dar à Zona a personalidade que precisava.

O problema atual para a volta de sua produção é realmente o meu trabalho: agenciado, desenhando quadrinhos para o exterior, colaborando em animações juntamente com o estúdio e lapidando mais um projeto pessoal para ser submetido em breve para alguma editora…

Não quero fazer algo corrido, mas também não quero produzir com grandes hiatos entre um capítulo e outro, isso é muito ruim.

Então, quando eu conseguir conciliar meus outros compromissos com uma certa frequência para trabalhar em Zona, certamente retornarei a sua produção.

Apenas gostaria de agradecer a todos que me apoiaram e que ainda esperam por mais loucuras de Basel & Companhia e, para aqueles que ainda vão ler, já fica o meu muito obrigado!

Atenciosamente,
Alisson Borges da Costa

Indique uma webcomic pelo formulário de contato, clique aqui.