Season Finale: Game Of Thrones e Da Vinci’s Demons

Eu comecei a acompanhar Game Of Thrones e Da Vinci’s Demons neste ano e adorei as duas séries. As duas tiveram seus Season Finale neste mês… Deixando a tristeza de lado, resolvi fazer uma ilustração para cada um, em homenagem aos seus finais de temporada.

Eu escolhi a Arya Stark de Game Of Thrones para esta homenagem, ela é uma personagem excepcional e estou louco para ver o que será dela no futuro da série. A ilustração da Arya foi finalizada com pincel e nanquim.Arya Stark de Game Of Thrones

No caso de Da Vinci’s Demons eu fiz uma arte com os personagens que mais gosto, e dei destaque para o Girolamo Riario, também fiquei bem curioso com o seu destino depois do Season Finale… Esta arte foi finalizada com nanquim, bico-de-pena e pincel.

Da Vinci's Demons

davincis-demons-wip-2 davincis-demons-wip

Fanart de Avatar

Mais um sketch feito com os materiais que tenho em mãos por enquanto. Canetas PITT (Faber Castell) e um caderno de sketchs.

Fanart de Avatar – A Lenda de Aang que voltei a assistir, agora pelo Netflix. É uma pena que só tenha a versão dublada… a voz do Aang é um pouco chata e os sons de combates e batalhas estão muito baixos, quase inaudíveis. De qualquer forma esta série sempre vale a pena ser assistida pelos belos movimentos de artes marciais e um roteiro cativante.

Fanart: Gambit & Rogue

Gambit e Vampira

Fanart dos meus personagens preferidos dos X-Men dos anos 90. Tanto na versão animada clássica como nos quadrinhos nas revistas Fabulosos X-Men e X-Men da segunda metade da década de 90.

Essa arte foi feita sem referências dos personagens e suas roupas, foi tudinho de cabeça. Achei mais interessante pois não me prendi a nenhum estilo específico e pude dar minha própria visão da aparência dos dois.

Versão maior no meu DeviantArt

Materiais

– Folha A4 90g/m2
– Pincel Condor 408 n0
– Nanquim W&N Preto
– Lapiseira Pentel 0.9

Making Of

Gambit and Rogue - Arte Final

Gambit and Rogue - Sketch

Marcadores Copic

Quem me conhece há algum tempo sabe que não sou um cara muito de cores. Adoro ilustrações coloridas, mas nunca tive um dom para trabalhar com elas, e por isso acabei me desenvolvendo mais na parte de arte-final em preto e branco.

Mas de uns tempos pra cá eu estou querendo ultrapassar alguns limites e quebrar alguns paradigmas pessoais. Foi por isso que comecei a praticar com a técnica da aguada e ainda estou louco para conseguir um curso de aquarela!

Então alguns dias atrás eu assisti um vídeo (veja abaixo) de Adam Hughes, um dos meus desenhistas preferidos, onde ele ensinava a trabalhar com os marcadores nas ilustrações. Foi então que acabei me dando de presente de aniversário um kit de marcadores Copic Original com os tons Warm Gray. São doze marcadores que vão de W0 a W10 e mais um “0” que é transparente.

Chegaram neste sábado, logo após o almoço. Foi então que resolvi testá-los e daí saíram estas três ilustrações do começo do post.

O que posso dizer sobre esta experiência é que é muito divertido utilizar os marcadores, fica superfácil trabalhar os tons e as vezes dá até a impressão de voltar à infância, quando coloríamos com canetinhas hidrocor. É uma delícia mesmo!

Bem, ainda preciso me acertar com o scanner para não perder os tons mais claros. Mas vou continuar praticando com estes novos materiais e tenho certeza de que eles vão somar muito à minha arte!

Versões maiores dos desenhos no meu DeviantArt: Ramona Flowers, Casal Aleatório Feliz e Cris 

Materiais

– Papel A4 90g/m² (Ramona)
– Papel A5 180g/m²
– Lápis Austria 160 Cretacolor 2H
– Kit Warm Gray Copic Original

Vídeo de Adam Hughes

Firefly

Fanart dos personagens de Firefly, série de TV show de bola que infelizmente foi cancelada tempo atrás.

O problema dessa arte é que foi feita no meu bloquinho de rascunhos e finalizada ali mesmo, então o original acabou muito pequeno. Tem mais ou menos uns 13cm por 14cm…

Materiais:
– Papel 75g/m2 de 140x210mm
– Nanquim, bico de pena e pincel

Versão maior no meu DeviantArt.

Scott Pilgrim Fanart

Essa semana eu terminei de ler a série em quadrinhos Scott Pilgrim e gostei bastante. Para celebrar isso e continuar praticando mais com meu novo material de desenho, fiz esse fanart dos personagens principais da hq.

Pincéis, bico-de-pena, nanquim Winsor & Newton e água da torneira (=P) sobre papel A5 180g/m2. Continuo praticando, né?

Saint Seiya

Os Cavaleiros do Zodíaco é sem dúvida o maior motivo pelo qual eu comecei a desenhar histórias em quadrinhos, lá nos longínquos anos 90, aos meus 9 anos de idade.

Agora comecei a assistir a série The Lost Canvas e bateu a nostalgia total daqueles velhos tempos. Eu não assisto uma série de anime a muito tempo, mas agora estou curtindo ter esse momento de lazer e nostalgia de novo.

Esse fanart eu fiz em homenagem à esse grande sucesso dos mangás e o grande precursor dessa cultura japonesa aqui no Brasil.

Ricardo de SPY Project

Fanart de Ricardo, o protagonista de SPY Project, webcomic em estilo mangá da Kari Esteves. Acompanhe esta série no MushiComics!

Tentei fazer um estilo um pouco diferente neste desenho, tentei algo mais Shoujo Manga, o “mangá para meninas”. Também aproveitei pra brincar um pouco com a jaqueta/colete dele, mas não curti 100% o volume dela.